Buscar

Quais os tipos de energia limpa?




Algumas pessoas buscam reduzir seu impacto ambiental no planeta. Por conta disso, algumas fontes de energia foram criadas para reduzir as emissões de gases e aumentar o uso de recursos naturais para a produção de energia limpa.

Energia limpa é aquela que não emite poluentes na atmosfera e só destrói a natureza no local da instalação. Portanto, além do mínimo impacto ao meio ambiente, também contribui para a sustentabilidade do planeta, reduzindo o efeito estufa e o aquecimento global. Hoje, infelizmente, os combustíveis fósseis são os mais usados em nosso país, mas a boa notícia é que a energia limpa está se tornando cada vez mais conhecida e cada vez mais utilizada.

Hoje, existem programas com o objetivo de aumentar o uso da energia renovável no Brasil e, até mesmo, possui estímulos do governo, através do financiamento desses sistemas. Esse tipo de energia é gerada a partir da força da queda das águas nas barragens dos rios, movendo turbinas que às compõem.

Apesar disso, a energia proveniente desses sistemas acarreta alguns problemas, como alagamento de áreas, destruição de ecossistemas e, até mesmo, na destruição de comunidades ribeirinhas e indígenas, já que suas instalações ficam distantes das zonas urbanas.

Produzida a partir da força dos ventos por meio de aerogeradores – equipamentos utilizados para a conversão de modo simples – a energia eólica é considerada uma boa opção para a instalação em locais com bons ventos, principalmente em locais onde a rede elétrica não chega.

Uma de suas desvantagens, no entanto, é a poluição sonora que os geradores causam, já que fazem muito barulho, e pelo aumento da mortalidade de pássaros em regiões em que são utilizados.

A energia maremotriz é aquela produzida de modo sustentável pelo movimento das marés dos oceanos, necessitando apenas de uma central próxima ao mar. Ela é utilizada principalmente em cidades litorâneas, mas sua produção não é constante, já que o ciclo das marés é irregular.

A energia nuclear atua independentemente de fatores climáticos e possui o urânio e tório como recursos para a geração de energia. Seu processo não libera gases de efeito estufa à atmosfera, mesmo possuindo um risco baixo de acidentes nucleares, as consequências podem ser realmente muito altas.

1 visualização0 comentário