Buscar

Por que usamos ar comprimido?

Uma das mais importantes razões para o uso da compressão de ar em vez de eletricidade é a segurança. Em aplicações em que o equipamento é sobrecarregado, os equipamentos elétricos representam um risco à segurança. Choques elétricos ou incêndio podem ocorrer danificando propriedades ou ferindo pessoas. O ar comprimido e as ferramentas pneumáticas podem ser usados ​​em muitas condições, como em pisos molhados ou em áreas muito úmidas.





Em segundo lugar, o ar comprimido é mais flexível. Seu uso é mais fácil em áreas remotas, como minas e canteiros de obras. As ferramentas pneumáticas funcionam mais frias e têm a vantagem de velocidade e torque variáveis. Considere as perfuratrizes ou equipamentos de impacto similares. Seria quase impossível desenvolver uma força equivalente com eletricidade, principalmente em áreas remotas.


Ferramentas alimentadas por ar comprimido são também mais leves. Podem ser fabricadas com materiais que as deixam leves e mais ergonômicas, equilibrando, assim, o custo do ar com o custo do trabalho, devido à menor fadiga do trabalhador ao usar essas ferramentas mais leves.


E finalmente, há o custo. O custo equivalente do ar comprimido pode ser de 7 a 8 vezes o da eletricidade. No entanto, equipamentos projetados para usar ar comprimido têm um custo menor. Menos peças são usadas devido à simplicidade do projeto. Além disso, as ferramentas pneumáticas geralmente são mais robustas e duram mais em ambientes de produção.


Você sabia que o ar comprimido é visto como a quarta utilidade? Claro, todos nós provavelmente usamos os três primeiros muito mais em nosso dia a dia: água, eletricidade e gás. No entanto, devido ao seu uso onipresente, o ar comprimido é visto como a quarta utilidade para pequenas empresas e grandes empresas.


Fonte: Atlas Copco

88 visualizações